template

bizonho

bizonho

Seguidores

domingo, 20 de março de 2011

Fondue sabor que tem história

O fondue é um prato normalmente feito à base de queijo e chocolate, mas pode também pode ser com carne e outros ingredientes. O prato tem origem suíça, e foi inventado durante a Segunda Guerra, devido à impossibilidade dos camponeses das regiões montanhosas de buscar provisões nas cidades por causa do intenso frio e dos combates.


A palavra "fondue" é uma flexão feminina para o verbo "fundir", algo como "fundido" ou "derretido".

A saída mais simples para não passar fome foi utilizar um ingrediente que não lhes faltava: o queijo. Como eram produtores de leite, eles aproveitavam os restos de queijo para fazer um creme que ia ao fogo e no qual mergulhavam o pão, dando origem ao nosso fondue.

Ao creme eles acrescentaram o Kirsch, uma bebida alcoólica à base de cerejas produzida na região. Além de saborosa, a nova comida era nutritiva e ainda funcionava para lhes aquecer nas noites frias das montanhas.



Porém, foi somente no final da década de 50 que o prato ganhou fama, quando o chef Conrad Egli, do restaurante Chalet Suísse, em Nova York, passou a servi-lo, a princípio como sobremesa, trocando o queijo pelo chocolate. Visto hoje como um prato refinado, é pouco sabida sua origem simples.

Mas, essa mudança de natureza não foi mero acaso ou obra de modismos. O preço elevado dos ingredientes hoje utilizados no fondue foi o que levou o prato das mesas dos camponeses para os festivais por toda a Europa.


Dicas de preparo



- Carne: no caso da carne o óleo é aquecido em uma temperatura maior do que a normal. A panela é mais fina e de metal.Você pode espetar as carnes cruas ou cozidas no garfo, fritá-las no óleo fervendo e apreciá-las com molhos variados. Além das carnes vermelhas, carnes de aves e de peixes podem proporcionar um sabor diferenciado.

- Queijo: para queijo, as panelas, geralmente de cerâmica e vidro e são mais grossas, o que mantém a temperatura constante e evita quaimaduras no fundo da mesma. Ao contrário do que se pensa comumente, vários tipos de queijo podem ser utilizados, inclusive misturados.Como alguns queijos possuem cheiro forte, uma dica é usar uma vela aromática perto de onde será preparado o fondue, a fim de minimizar possíveis odores.Qualquer que seja o tipo de queijo escolhido, se ele ficar muito mole adicione um pouco de queijo ralado.

- Chocolate: os fondues de chocolate ou marshmallow podem ser acompanhados por frutas, como uva, maçã, banana, morangos, abacaxi e até pedaços consistentes de bolo. Assim como no caso do queijo, as panelas também são mais grossas.

- Garfos: o garfo serve para manusear os alimentos. Depois de espetar e banhar, coloque os pedaços em um prato e utilize talheres. Além de mais higiênico, você evita o risco de queimar a boca com o garfo quente.Uma dica, são os garfos coloridos que além de enfeitar, vão ajudar na identificação de qual é o seu garfo dentro da panela.

Fonte: magazineluiza.bom
Não poderia contar sobre o fondue e não deixar para vocês minhas receitas favoritas...então deixo uma de queijo (minha preferida) e não poderia deixar de postar a mais procurada...chocolate!!!
 Fondue de Queijo



Por Daniel Swerts Cruz




•Tempo de Preparo: 15 minutos • Tipo de Preparo: Cozidos• Rendimento: 4 porções

Ingredientes
-1 lata de creme de leite


-1 copo de requeijão


-200g de queijo mussarela ralado


-200g de queijo provolone ralado


-100g de queijo gorgonzola picado

Modo de Preparo: Em uma panela, aqueça o creme de leite com o requeijão até começar a borbulhar. Neste


momento, entre com o queijo gorgonzola, abaixe um pouco o fogo e mexa até o queijo


gorgonzola incorporar bem. Entre com a mussarela e depois com o provolone. Mexa até os


queijos derreterem por completo e transfira então para a panela do fondue.


Pulo do Gato
Esta receita é melhor que as outras porque só vai queijos baratos e que são


encontrados facilmente. Além do mais, não fica com aquele gosto amargo do fondue


comprado pronto.



Caso queira, substitua o provolone por um queijo mais suave. Aqui em Minas é


vendido um queijo chamado parmesão caseiro, ele tem um sabor bem mais leve que o


parmesão tradicional. Também é possível substituir o provolone por queijo prato.


No entanto recomendo que provem a receita original.



Cuidado para não deixar muito tempo no fogo senão o fondue ficará ralo. O ponto


certo é quando a mistura estiver pastosa mas não com um aspecto de chiclete.

Fonte: site Mais Você

Fondue de Chocolate

Ingredientes:
300 g de Cobertura Chocolate com Leite NESTLÉ® , picada



1 lata de Creme de Leite NESTLÉ®


5 colheres (sopa) de conhaque


frutas em calda (pêssego, pêra, abacaxi, cerejas, etc.) ou frescas (morango, uva, etc.)


Modo de Preparo: Coloque em uma panela esmaltada ou de cobre o Chocolate e o Creme de Leite NESTLÉ® e leve ao réchaud, regulando a chama o mais baixo possível. Mexa delicadamente até que o Chocolate derreta. Acrescente aos poucos o conhaque, misture tudo muito bem e mantenha a chama baixa. Disponha as frutas em vasilhas e coloque-as próximas ao rèchaud. Deixe que cada pessoa se sirva, espetando na ponta de um garfo de cabo longo um pedaço de fruta, mergulhando-o depois na fondue.


Dicas:
- Caso não disponha de rèchaud para preparar fondue, prepare-a em um recipiente refratário, colocado em banho-maria.


Obs: Não indicamos o congelamento desta receita, pois não apresenta benefício algum.


Microondas: Se desejar preparar a fondue em microondas, coloque o Creme de Leite NESTLÉ® em um recipiente refratário e leve ao microondas em potência alta por cerca de 1 minuto, mexendo na metade do tempo. Junte o Chocolate picado, misture bem e volte ao microondas em potência alta, por cerca de 30 segundos. Retire do microondas, junte o conhaque e mexa até ficar homogêneo.

Rendimento: 6 porções

Tempo de Preparo: 30 min.

Fonte: site Nestlé

sexta-feira, 18 de março de 2011

Bordas para atividades, cartões e mensagens

Em meio as minhas coleções encontrei meu arquivo com uma renião de bordas. Gostaria de compartilhar algumas das que eu mais gosto para fazer cartões ou mesmo para margem de trabalhos para sala de aula. Tenho as coloridas para mensagens mais elaboradas e para as atividades do dia a dia selecionei as que estão em preto e branco...click na imagem para ampliar e imprimir...divirtam-se!!!




















quarta-feira, 16 de março de 2011

Comida e arte

Não dizem que a comida deve agradar primeiro aos olhos? Esses cozinheiros levam a sério a arte da culinária e recheiam nossos olhos com comidas, bolos, cakes e uma infinidade de coisas gostosas e coloridas. Vale conferir, mas dá uma pena de comer... selecionei umas que gosto e para quem quiser se deliciar mais ai vai o site http://cutestfood.com
Os mais habilidosos, podem arriscar outras delicias e postar sua foto no site... ai que fominha!!!




 Pessoas, essas maravilhas ai embaixo são bolos pode?
















Até mesmo os sanduíches podem ficar mais apetitosos...

sexta-feira, 11 de março de 2011

IMAGENS COM TANGRAM

TANGRAM

Origem, importância e sua construção

Tangram é um quebra-cabeça chinês formado por 7 peças (5 triângulos, 1 quadrado e 1 paralelogramo) Com essas peças podemos formar várias figuras, utilizando todas elas sem sobrepô-las. Segundo a Enciclopédia do Tangram é possível montar mais de 1700 figuras com as 7 peças. Esse quebra-cabeça, também conhecido como jogo das sete peças, é utilizado pelos professores de matemática como instrumento facilitador da compreensão das formas geométricas. Além de facilitar o estudo da geometria, ele desenvolve a criatividade e o raciocínio lógico, que também são fundamentais para o estudo da matemática. Não se sabe ao certo como surgiu o Tangram, apesar de haver várias lendas sobre sua origem. Uma diz que uma pedra preciosa se desfez em sete pedaços, e com elas era possível formar várias formas, tais como animais , plantas e pessoas. Outra diz que um imperador deixou um espelho quadrado cair, e este se desfez em 7 pedaços que poderiam ser usados para formar várias figuras. Segundo alguns, o nome Tangram vem da palavra inglesa "trangam", de significado "puzzle" ou "buginganga". Outros dizem que a palavra vem da dinastia chinesa Tang, ou até do barco cantonês "Tanka", onde mulheres entretiam os marinheiros americanos. Na Ásia o jogo é chamado de "Sete placas da Sabedoria".


Também é um jogo muito utilizado pelos professores de matemática para apresentar aos alunos da educação infantil e do ensino fundamental (até o 6º ano) formas geométricas, trabalhar a lógica e a criatividade, retas, seguimentos de retas, pontos e vértices.

Construção


Quando o professor propuser aos seus alunos o trabalho com Tangram é importante que deixe que eles o construam. O Tangram pode ser construído com EVA ou com papel cartaz, então é preciso que o professor peça que os alunos levem para a próxima aula:


Papel cartaz ou EVA.

Régua

Lápis preto

Borracha



Agora, veja passo a passo como funciona a construção do Tangram.

1º passo: Recorte o EVA ou o papel cartaz em forma de um quadrado:



2º Passo: Trace um segmento de reta que vai do vértice b ao vértice h, dividindo o quadrado em dois triângulos iguais.

3º Passo: Para encontrar o ponto médio do segmento de reta BH, pegue o vértice A e dobre até o segmento BH o ponto de encontro do vértice A e do segmento BH será o ponto médio de BH.

Agora trace um segmento de reta que vai do vértice A ao ponto D, formando três triângulos.



4º passo: Dobre o vértice J até o ponto D assim formando dois pontos, um no segmento BJ e outro no segmento HJ.


Agora trace um segmento de reta do ponto E ao ponto I.

5º Passo: Trace uma reta perpendicular do ponto D ao segmento EI

6º Passo: Trace dois segmentos de reta paralelos ao segmento DG e outro ao lado AH.

Assim, dizemos que um Tangram possui dois triângulos grandes, três triângulos menores, um paralelogramo e um quadrado. Veja essas figuras destacadas:


Recorte todas essas figuras geométricas e terá as sete peças do Tangram.



Fonte: Wikipédia
           Equipe Brasil Escola